As influências do violão no rock

Violão no Rock - Planeta Música
Violão no Rock - Planeta Música

Qual fã de rock que saiba tocar violão nunca tocou sua música favorita nele, seja em casa, numa roda de amigos ou num luau?

O violão é um instrumento de formação de muitos músicos e instrumentistas, assim como o piano. Muitos começam partindo do violão a própria aprendizagem musical e depois seguem sua aptidão por qualquer outro instrumento ou pelo próprio violão. Geralmente partem do violão para outro instrumento de cordas, como a guitarra ou o contrabaixo, instrumentos que fazem parte do Rock, mas em alguns casos o violão esteve inserido no gênero do Rock.

Nos primórdios do Rock, o “O Rei do Rock”, Elvis Presley, usava violão em suas apresentações, e também os Beatles em alguma de suas músicas, apenas citando esses exemplos de que no Rock o violão sempre esteve ao lado de seus instrumentos eletrificados.

História e Geografia do Violão

A história do violão na música transcende épocas, países e estilos, e o rock utilizou o violão para compor como parte de sua sonoridade, sendo um instrumento melódico ou harmônico.

Para que possamos falar do violão no rock precisamos antes salientar dos mais variados estilos que há na música, dos períodos na história e das questões regionais em que o violão esteve presente.

Um desses estilos é o Flamenco, original da Espanha, e outro muito estilo utilizado é o Erudito, que abrange do período do século XI até fortemente no século XIX.

Influências do violão no rock

Dependendo do estilo do rock a influência em determinado gênero musical em que o violão faça parte seja mais evidente em suas características.

clique aqui

estude VIOLÃO na escola de

Clique e estude violão com o Planeta Música. Aprenda assuntos e técnicas como afinação, técnicas de mão direita e mão esqueda, power chords, dedilhados, arpejos e muito mais. Comece agora por apenas R$29,90 e bons estudos!

Por exemplo, bandas com estilo de Power Metal é perceptível a similaridade da forma musical do violão erudito e o violão flamenco. Mas em outros estilos do rock também usam essas particularidades.

O rock utilizou muito do flamenco, de suas harmonias e técnicas de solo, por sua sonoridade de “Menor Harmônica”, que era um ingrediente que complementava o estilo.

No erudito tiveram muito exemplos em vários estilos dentro do Rock, um dos primeiros nomes foi de Randy Rhoads, com músicas como “Diary of a Madman” e “Dee” no Ozzy Osbourne.

Um dos principais nomes que absorveu muito do flamenco e do erudito foi de Yngwie Malmsteen, muito lembrado pela velocidade e pelos solos na sonoridade de “menor harmônica”, pelo lado flamenco, muito presente seu repertório, como na faixa “Flamenco Diablo”. E também com o violão erudito, como na faixa “Icarus Dream Suite” baseado em “Adagio in G minor” de Tomaso Albinoni.

Outro exemplo, bandas com estilo Hard Rock é perceptível a similaridade com o violão country e o violão blues.

Um derivado do violão country, o Fingerstyle Ragtime Guitar, teve sua maior notoriedade com Chet Atkins, onde teve algumas de suas técnicas implementadas por Mark Knopfler, do Dire Straits. Nesse caso não havia o uso de palheta, apenas técnicas de ‘mão direita’ utilizando os dedos (indicador, médio e anelar).

O violão blues muito utilizado no Rock, por suas características de suas escalas pentatônicas, acordes de 7m, modelo de 12 compassos, etc. Esse padrão tem importante referência de Robert Johnson, padrão esse levado ao rock por várias bandas e artistas, e como um de seus grandes expoentes o Stevie Ray Vaughan.

Mas não necessariamente um estilo de rock segue uma linha de influência musical, como por exemplo, bandas de HardRock, que também utilizaram a sonoridade do flamenco, como no solo da faixa “Detroit Rock City” do Kiss.

Brasil

No Brasil em meados do século passado o violão dominava o cenário musical através da Bossa Nova, Choro, MPB, Samba de Raiz, Samba-canção etc.

Enquanto isso, nos Estados Unidos e Inglaterra principalmente, o Rock ganhava notoriedade mundial, pelo peso do som de suas guitarras, baixo, bateria e vocais.

Em 1967 existiu a “Marcha Contra a Guitarra Elétrica” liderada por Elis Regina, a fim de defender a música nacional contra a guitarra elétrica, utilizá-la seria como americanizar a música brasileira. No mesmo ano no 3° Festival da TV Record, Caetano Veloso e Gilberto Gil se apresentaram com os Beat Boys e Os Mutantes respectivamente, era uma resposta a esse movimento, dando origem ao Tropicalismo.

Nesse caso parte da MPB questionava o uso da guitarra, por outro lado, o Rock, com o mais céticos, questionava o uso de violão introduzido ao gênero, principalmente das bandas de som pesado.

Um dos primeiros nomes de destaque a usar violão no Rock Nacional foi o de Raul Seixas, isso na década de 70. Na década de 80 houve bandas que utilizaram o violão no rock como a Legião Urbana, Titãs, Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho. Na década de 90 houve uma maior inserção do instrumento no gênero, bandas como Skank, Charlie Brown Jr., Raimundos, O Rappa, Cássia Eller, Los Hermanos, Ls Jack, etc.

A banda brasileira Angra utilizou muito violão em suas músicas, por exemplo, a música “Rebirth”, em sua trajetória a banda usou todo tipo de influência de violão, inclusive violão brasileiro, o Choro.

Unplugged

Esse projeto da MTV fazia com que bandas de rock trouxessem suas músicas pesadas no formato acústico. Era um processo de releituras que requeria um cuidado, pois traziam a versão eletrificada da música para uma formato desplugado.

Talvez o maior destaque recente do violão no Rock seja nos anos 90 e começo de 2000, em que houveram muitas bandas fazendo releituras de suas músicas no formato acústico, em parceria com a MTV, era o Acústico MTV (Unplugged MTV), a ideia partiu após uma apresentação de Bon Jovi com “Livin’ On a Prayer” e “Wanted Dead or Alive” no MTV Awards 1989. No momento surgia o estilo grunge e já em seu auge a MTV promoveu vários acústicos com bandas do momento.

A banda Days of the New é uma das maiores referências de banda rock que usam violão ao invés de guitarra, com destaque para a música “Shelf in the Room”.

Rock de Nylon ou Aço

Em termos gerais, no rock, o violão de cordas de nylon é utilizado para uma sonoridade de flamenco ou erudito, e o violão de cordas de aço para uma sonoridade de country ou blues.

Além do violão ser usado no estúdio de gravação de uma banda de Rock, muitas vezes o violão esteve presente no processo de composição de uma banda, na estrada ou no aquecimento antes do show.

Muitos músicos também utilizaram o violão de 12 cordas, ou violão de corda dupla. Violão esse muito utilizado também no processo de gravação de uma música de rock.  E alguns músicos até utilizaram o “double neck” a guitarra com dois braços.

Exemplos de violão no rock é o que não falta. E se você conhece aquele rock que faz do violão um personagem elementar na música, deixa aqui no comentário e conta pra gente.

E se quiser ter uma experiência de aprendizado musical totalmente gratuita, acesse o Planeta Música Free para ter acesso a diferentes cursos de música online e videoaulas feitas para você aprender música de verdade.

Tudo pronto para começar? Clique e acesse, e bons estudos!

Cadastre-se grátis

Acesse grátis o Masterclass

Uma aula que vai te ensinar a tocar bem mesmo sem ter tempo ou facilidade. Aproveite, é totalmente gratuito.

Bio Bruno Planeta Música

Bruno de Souza

Comecei a estudar música com 12 anos, no começo no erudito, e depois do choro ao rock, Engenheiro e atleta profissional de futebol freestyle (http://oneart.com.br/), juntei a parte artística do freestyle com a parte matemática/lógica da engenharia, e adaptei minhas experiências para música, com muitas pesquisas, estudos, composições e projetos.