Barroco no violão: conheça a história e saiba como tocar

O período Barroco foi um dos momentos mais longos e significativos na história da arte, com início no século XVI na Itália até a metade do século XVIII. Seja na arquitetura, pintura, teatro ou na música, o barroco simboliza um indivíduo cercado de contradições sobre sua condição existencial.

Reflexões sobre a passagem do tempo, a morte sob peso moral e religioso, excesso de formas, detalhes, exageros e grandiosidades marcam a arte barroca desse período.

clique aqui

estude VIOLÃO na escola de

Clique e estude violão com o Planeta Música. Aprenda assuntos e técnicas como afinação, técnicas de mão direita e mão esqueda, power chords, dedilhados, arpejos e muito mais. Comece agora por apenas R$29,90 e bons estudos!

A música barroca

A música barroca representa uma mudança influente quando pensamos na composição de harmonias e melodias. Foi ao longo do século XVII, com o surgimento da ópera, que a música barroca começa a tomar forma.

Entre as características que se consolidaram, estão o desuso dos modos gregos e o surgimento das tonalidades maiores e menores (modo jônico e eólio), com tons dissonantes dentro de escalas diatônicas em uma mesma peça musical, diferente da composição inteira em um único modo responsável pela sonoridade homogênea da polifonia.

O uso do baixo contínuo nas cordas dedilhadas, em especial para violão barroco e alaúde, e mudanças rítmicas, de volume sonoro e notação musical. É considerado um dos períodos mais criativos da história da música, com compositores que exaltavam a performance instrumental repleta de novas técnicas, estéticas e conceitos usados até os dias de hoje.

É nessa época que que a música instrumental atinge seu apogeu, com o surgimento de ritmos exclusivamente instrumentais como a suíte e o concerto. Esses gêneros são responsáveis pelo que viria a ser chamado de virtuosismo, conceito que define a exploração das diversas possibilidades musicais de um instrumento.

Em paralelo, novos instrumentos e aprimoramentos musicais começaram a surgir, como no alaúde, cravo, guitarra barroca, oboé, entre outros. A música barroca é conhecida pela exaltação máxima do instrumento e condução da melodia, colocando em evidência a performance musical.

Entre os grandes compositores e músicos da época, estão Johann Sebastian Bach, considerado um dos mais importantes da história da música, Georg Phillipp Telemann,  Antonio Vivaldi, Claudio Monteverdi, François Couperin,  Jean-Philippe Rameau, entre outros.

Barroco no violão

O barroco no violão erudito é marcado pelas composições em suítes. Toda suíte é composta por diversas peças de danças. Elas se iniciam com prelúdio e uma allemande, dança alemã com marco binário, seguida por uma courante, uma dança franco-italiana de três tempos.

Na sequência vem uma sarabanda, dança espanhola caracterizada por um ritmo mais lento que é seguida por uma giga, dança inglesa marcada geralmente por um compasso binário composto.

Uma característica importante de uma suíte barroca é composta por danças que seguem uma mesma tonalidade, todas em forma binária, com uma seção A e B. O baixo contínuo, apesar do papel de acompanhamento, exerce grande sonoridade melódica que caracteriza a música barroca.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre música barroca, e pegou as dicas do Crhystian Dozza sobre barroco no violão, hora de praticar! E fique de olho nos conteúdos do blog para aprimorar seus conhecimentos musicais. Até a próxima!

E se quiser ter uma experiência de aprendizado musical totalmente gratuita, acesse o Planeta Música Free para ter acesso a diferentes cursos de música online e videoaulas feitas para você aprender música de verdade.

Tudo pronto para começar? Clique e acesse, e bons estudos!

Cadastre-se grátis

Acesse grátis o Masterclass

Uma aula que vai te ensinar a tocar bem mesmo sem ter tempo ou facilidade. Aproveite, é totalmente gratuito.