Conheça 40 rudimentos para bateria

rudimentos para bateria - conheça 40 rudimentos para bateria com o professor Bruno Fonseca

Quando pensamos em rudimentos para bateria, a imagem que nos vem a cabeça é da aplicação somente na caixa ou borracha de estudos. Nesse artigo, apresentarei 40 rudimentos de bateria aplicados de diversas formas, como por exemplo: aplicação em viradas e solos, coordenação entre mãos e pés e na construção de grooves.

Inicialmente, quando pensamos em rudimentos de bateria, a imagem que nos vem a cabeça é da aplicação somente na caixa ou borracha de estudos. Tudo que será apresentado, terão como objetivos o domínio técnico, crescimento do vocabulário musical para viradas e solos, desenvolvimento da coordenação, independência e criatividade.

Os rudimentos de bateria são grupos de combinações de toques entre as mãos. É de muita importância que todo baterista conheça, estude e aplique de maneira musical, pois eles são fundamentais no desenvolvimento técnico, no aprendizado e expansão do vocabulário musical, também da coordenação entre as mãos, além da independência, quando aplicado em toda bateria juntamente com os pés.

Estudos mostram que os rudimentos vieram dos Suíços, sua primeira função era usada para anunciar a chegada de alguma tropa e os mesmos foram os primeiros a utilizar esse recurso.

A origem dos tambores e a região de maior atividade indicam que foi nos arredores da cidade de Basel na Suíça, por causa da grande integração do tambor a cultura da cidade. Essa informação é confirmada, por causa de um registro em livro para pífano e tambor, escrito por Fritz Berger, com o nome Das Basler Trommeln. Este livro, publicado em 1928, mostra em sua capa uma imagem de um pífano e um tambor, datada de 1525.

clique aqui

estude BATERIA na escola de

Aprenda assuntos e técnicas como regulagem, afinação, condução, viradas, rudimentos e muito mais. Comece agora por apenas R$29,90 e bons estudos!

A New Useful and Complete System of Drum Beating, foi o primeiro livro a registar o termo técnico na bateria, “rudimento para percussão”, escrito por Charles Stewart Ashworth e lançado em 1812 nos EUA. Inicialmente costumavam ser 26 Rudimentos por padrão, de acordo com o NARD (National Association of Rudimental Drummers).

Os 40 Rudimentos foram concebidos pelo PAS – (Percussive Arts Society) por meio de um projeto de cinco anos encabeçado pelo próprio PAS, mais um grupo altamente seleto de percussionistas, organizado e presidido por Jay Wanamaker. O objetivo do PAS é que os 40 Rudimentos resultem em uma extensão do vocabulário bateristico de possibilidades, sendo um material de estudo por muitos anos.

Os 40 Rudimentos são divididos em 4 grupos

  • Roll Rudiments;
  • Diddle Rudiments;
  • Flam Rudiments;
  • Drag Rudiments.

Espero que tenham gostado, os próximos artigos serão aplicações práticas na bateria, em diversos contextos. Se ficou alguma dúvida, deixem nos comentários, será um prazer responder. Com certeza teremos muitos momentos de aprendizagem mútua.

E se quiser ter uma experiência de aprendizado musical totalmente gratuita, acesse o Planeta Música Free para ter acesso a diferentes cursos de música online e videoaulas feitas para você aprender música de verdade.

Tudo pronto para começar? Clique e acesse, e bons estudos!

Cadastre-se grátis

Acesse grátis o Masterclass

Uma aula que vai te ensinar a tocar bem mesmo sem ter tempo ou facilidade. Aproveite, é totalmente gratuito.

Bio Bruno Fonseca

Bruno Fonseca

Autodidata nascido em Garanhuns, Pernambuco, Bruno Fonseca é baterista desde os 14 anos e participou do Festival BNB da Música instrumental, Festival de Inverno de Garanhuns, Festival da Guitar Player, II Festival Cover Baixo, Recife Jazz Festival, Expomusic, Tagima Dream Team e Cascavel Jazz. É representante da marca Nagano Drums e já desenvolveu mais de 40 workshops sobre diversos temas da música.