Entenda o que é Harmonia, Melodia e Ritmo

Ouça a audiodescrição da matéria

Muitos músicos se confundem na hora de definir o que é e o que representa cada uma dessas palavras – harmonia, melodia e ritmo – que apesar de induzirem a algo parecido, possuem diferenças determinantes.

E você vai conhecê-las agora.

O que é harmonia?

Como o próprio nome diz, harmonia está relacionada à arte de combinar os sons, de fazer com que diferentes sons soem em “harmonia” entre si. Veja o que acontece quando tocamos sons harmonizados e não harmonizados.

Musicalmente falando, a harmonia é o estudo dessa combinação de sons e a relação dos intervalos que existe entre eles. Então dependendo de como você mistura as notas musicais, a sonoridade dessa combinação pode expressar sensações e emoções subjetivas como “felicidade”, “tristeza”, “medo”, etc.

clique aqui

estude TEORIA MUSICAL na escola de

Clique e estude teoria musical com o Planeta Música. Aprenda assuntos como notas e acordes, escalas, campo harmônico, sistema de partituras, intervalos e muito mais. Comece agora por apenas R$29,90 e bons estudos!

Por exemplo: um acorde maior é considerado alegre e um acorde menor triste. Ouçam:

Na prática, quando falamos da harmonia de uma música, nos referimos ao universo de acordes que estão sendo formados para conduzir a música. Por exemplo:

harmonia e percepção - Planeta Música - o que é harmonia, melodia e ritmo.

Nesta música quando nos referimos à harmonia, estamos falando das cifras que representam os acordes executados durante os versos. O estudo da harmonia é importante para você aprender como montar os acordes, como combiná-los durante o acompanhamento e principalmente como usá-los pra transmitir suas ideias e emoções.

Por esta razão a harmonia se torna um dos principais responsáveis por despertar emoções no ouvinte. Músicas de filmes de suspense que te prendem na tela, ou aquela moda de viola que traz lembranças; pode ter certeza que a harmonia tem “culpa no cartório”.

Ela é o pilar principal para compor a base de uma música, e desta forma possibilita ao músico variar entre diferentes sonoridades. Uma música pode soar mais triste e melancólica ou alegre e tranquilizante graças à combinação dos acordes presentes na música. Resumindo, a harmonia se baseia em notas que são tocadas ao mesmo tempo e o comportamento dessa interação.

No áudio abaixo você vai ouvir apenas a harmonia de uma música. Perceba que é difícil saber de cara qual música que está sendo tocada, mas que ela cria uma “cama” para que nós possamos criar diversas músicas em cima disso.

E aí, conseguiu descobrir qual música é? Provavelmente não, né?

Mas não tem problema, é praticamente impossível descobrir qual é a música somente a partir da harmonia.

Agora, ouça o áudio da mesma harmonia só que com a parte “cantada” tocando junto:

E agora? Conseguiu descobrir que música é essa? Agora ficou fácil!

O importante é você perceber, que essa sequência de notas que nós colocamos em cima da harmonia determinou a identidade da música. Esse discurso musical, feito nota por nota é chamado de melodia.

Ou seja, é uma sequência de notas tocadas sucessivamente, que geralmente é aquilo que nós cantamos ou assobiamos.

Ouça agora somente a melodia:

Então harmonia e melodia andam de mãos dadas! Fazendo uma metáfora bem simples, é como se a harmonia fosse o cenário e a melodia o personagem principal.

Leia também:
– O que são os acordes? Saiba como dominar esse assunto!
– Como ler tablaturas de violão
– O que são as escalas musicais?

O que é ritmo?

Agora que já deu pra entender melhor os dois primeiros conceitos que envolvem harmonia e melodia, fica fácil compreender o terceiro elemento da música: o ritmo.

A música é uma arte que acontece no tempo. Assim como um pintor possui sua tela, o músico tem o compasso, que irá determinar o tamanho de tempo para os sons acontecerem.

O ritmo é a organização de cada som ao longo do tempo, isto é, ele determina a sucessão de tempos dentro da música, sequenciando os sons temporalmente e possibilitando o progresso da harmonia, melodia e os elementos percussivos. O ritmo nos diz a ordem e em que momentos cada som deve ser tocado, de acordo com a marcação do tempo (pulsos) e o andamento que o ritmo determina dentro de cada música.

Além disso ele também transmite sensações e intenções para uma música como deixar ela mais agitada,  mais lenta, mais dançante, etc. O ritmo está ligado não apenas à música, mas também a outras expressões artísticas, como poesia e literatura.

Harmonia, melodia e ritmo: tudo junto e misturado

Com tudo isso que foi visto, você pode perceber que uma música no fim depende da harmonia, melodia e ritmo andando juntos para que a sensação da música seja passada da forma correta. Já que diferentes acordes, andamentos e tonalidades podem trazer ideias completamente diferentes para uma mesma música.

Portanto toque e estude muito! E caso você queira se aperfeiçoar em outros temas relacionados a teoria musical e outros instrumentos, não perca a oportunidade de assistir aos cursos de música online do Planeta Música Free, feitos para você ter uma experiência de aprendizado totalmente gratuita, com acesso a diferentes cursos com apenas uma assinatura grátis.

Leia também:
– Como estudar música pela internet?
– Faça o download de dezenas de materiais grátis!

Cadastre-se grátis

Acesse grátis o Masterclass

Uma aula que vai te ensinar a tocar bem mesmo sem ter tempo ou facilidade. Aproveite, é totalmente gratuito.