Pele de Bateria, conheça os tipos e modelos mais comuns do mercado

Nesse artigo o Planeta Música preparou pra você uma explicação detalhada sobre os tipos de pele de bateria, suas características sonoras, resistência, preço e as principais marcas de pele do mercado. É muito importante para um baterista entender disso, pois para se fazer uma boa escolha é preciso conhecer todas as características de som e durabilidade dos variados tipos de pele e qual se encaixa melhor às suas necessidades.

Para começarmos a entrar no mundo das peles, nós precisamos entender que em um só tambor existem dois tipos de pele que são usadas ao mesmo tempo: as peles batedeiras e as peles de resposta. As batedeiras, como o nome sugere, são as peles que serão tocadas e recebem o impacto das baquetas, ficam na parte de cima do tambor. Já as peles de resposta têm a função de “responder” o toque da pele batedeira, controlando a sustentação do som. Esses peles ficam no fundo do tambor.

clique aqui

estude BATERIA na escola de

Aprenda assuntos e técnicas como regulagem, afinação, condução, viradas, rudimentos e muito mais. Comece agora por apenas R$29,90 e bons estudos!

Couro animal – material sintético;

Antigamente as peles eram produzidas em couro animal, mas devido à sua fragilidade, sensibilidade ao clima e fatores ecológicos, foram substituídas pelas de material sintético.

Tipos de pele de bateria

• Pele porosa –

As peles porosas são muito utilizadas como pele de caixa, por ter um som mais brilhante, seco e definido, e também nos permitir rufar com maior facilidade por conta dos poros encontrados na superfície da pele. Esses mesmos poros proporcionam um som interessante ao usarmos baquetas vassourinhas o que torna essa pele a favorita de bateristas jazz, funk, bossa, samba e MPB.

Não é uma regra, mas praticamente sempre você verá os bateristas usando essa pele na caixa, e conforme o desgaste vai aumentando, você poderá perceber que ela vai perdendo os poros e ficando lisa, com um som menos brilhante.

Existem peles porosas de filme simples, ou seja, peles com apenas uma camada, e peles porosas de filme duplo. A de filme simples terá um som mais agudo e com muito mais harmônicos, já a de filme duplo será mais grave e controlado.

• Pele leitosa –

Este tipo de pele é geralmente indicado para bateristas que estão começando, isso porque é essa pele que costuma vir com as baterias mais simples e baratas, principalmente por serem mais em conta. É uma pele pobre em harmônicos e volume, tem pouco sustain e tem uma durabilidade baixíssima.

• Pele transparente –

Pele de filme simples – Essas peles são muito utilizadas como peles de bumbo e de resposta, mas alguns bateras gostam de utiliza-las nos tambores por terem um som com sobras de harmônicos e sustain.

Pele de filme duplo – Existem também as peles transparentes com 2 camadas, que trazem uma durabilidade maior do que as de filme simples. Costumam ter um som bem mais grave, porém não funcionam muito bem com tambores pequenos por acabar “matando” um pouco o som do tambor.

• Pele Hidráulica –

Esse tipo de pele de bateria é patenteado pela marca Evans, e consiste numa pele de filme duplo, transparente, porém com uma espécie de óleo entre as duas camadas da pele, causando um som bastante definido e “equalizado”. É muito vista em estúdios de gravação, por fazer o som dos tambores chegarem mais “prontos”.

• Peles Mudas –

As peles mudas são fabricadas em poliéster de alta densidade, e tem a finalidade de permitir que o baterista estude sem produzir o volume de som que uma bateria acústica traz normalmente. São muito utilizadas em baterias eletrônicas e também em baterias de estudo, que simulam a altura das peças de uma bateria normal, porém sem volume, o que as torna as queridinhas dos apartamentos.

Pele de Resposta do Bumbo –

As peles de resposta do bumbo merecem uma atenção especial nesse momento, isso porque existem dois modelos que você poderá encontrar, o modelo com um furo na frente, e o sem o furo na frente. A pele com furo é ideal para tocar ritmos mais pesados como rock, funk, blues, e essa abertura deixa o som mais “seco”.

Além de facilitar a colocação de um microfone, a pele sem furo é justamente a situação inversa, voltada para sons mais leves como mpb, jazz e ritmos latinos. A pele de resposta sem furo deixa o som mais “macio”, redondo e aveludado.

Depois de escolher qual será o tipo de pele de bateria que você vai usar, é legal saber que algumas marcas já vendem as peles em kit, com a possibilidade de comprar peles para todos os seus tambores. Fique atento as dimensões e aprenda como trocar corretamente uma pele e deixar sua bateria afinada!

Marcas de pele de bateria

Vamos listar algumas marcas de peles nacionais e importadas, para que você vasculhe a grande variedade de modelos de cada uma e escolha a sua.

Luen Percussion – Site oficial: http://www.luen.com.br/
RMV Brasil – Site Oficial : http://www.rmv.com.br/
Evans Drumheads – Site oficial: http://www.evansdrumheads.com/
Remo – Site oficial: http://remo.com/
Aquarian drumheads – Site oficial: http://aquariandrumheads.com.br/

Fique ligado nos conteúdos de bateria e outros instrumentos musicais, além de diversos assuntos sobre teoria musical. Se você quer ter uma experiência completa de aprendizado totalmente gratuita, cadastre-se no Planeta Música Free para ter acesso a cursos de música online elaborados por professores renomados e reconhecidos na música.

Tudo pronto para começar? Clique e acesse, e bons estudos!

Cadastre-se grátis

Acesse grátis o Masterclass

Uma aula que vai te ensinar a tocar bem mesmo sem ter tempo ou facilidade. Aproveite, é totalmente gratuito.